MOVIMENTO POETRIX

O mínimo é o máximo!

Textos


AUTORES DO MIP



1) NAS PONTAS DA ESTRELA MAIOR ___ Eliana Mora

dormem teus olhos,
tuas mãos amadas, tua voz...
Oh! tão presente eternidade!

2) AO DORMIR  ___ Jandeilson Bezerra

Olhos em descanso
Coração acelerado
De suave afago, mãe.

3) TERNURA ___ Jandeilson Bezerra

Rosa ao vento
Doces lábios
Um sorriso de amor.

4) DISTANTE DE TI ___ Jandeilson Bezerra

Pensamento longe
Brilho nos olhos
Vapor da saudade.

5) MÃE ___ Pedro Cardoso (DF)

amor(a)
fruta madura
forte como um jequitibá

6) IMORTAIS ___ Rosa Pena

Camões, Nerudas, Pessoas
Quintanas, Meireles, Drummonds
Recito mamãe!

7) IRACI  ___ Pedro Cardoso (DF)

mãe é como flor
quando não exala perfume
nos dá amor

8) AMOR DE MÃE ___ Mardilê Friedrich Fabre

No silêncio do coração,
soa eco de risadas.
Rotina de afagos.

9) ALMA FEMININA ___ Regina Lyra

Tudo vê e percebe.
Fotografa amor,
olhar materno.

10) MÃE ___ HércioAfonso

a arte e o ofício
o ofício e a arte de ser completa, perfeita
não sendo...

11) ETERNAMENTE (como diria Drummond...) ___ Ronaldo Jacobina
 
Mãe não devia morrer. Ficar assim:
Lã no cabelo, seda nos olhos, pele em linho, 
A nos chamar: "meu filhinho".

12) ÚNICA  ___ Ronaldo Jacobina

Mãe, Mamãe.
Única, na língua portuguesa,
Só rima perfeita, consigo mesma.

13) MADRE ___ Ronaldo Jacobina

Dona de teu corpo - disse o Anjo -
Abrigarás o absoluto.
Do humano, o mais sublime momento. E único.

14) MARIA ___ Ronaldo Jacobina

Mãe
Do absoluto
E do maior luto.

15) MÃE DOMETILA ___ Kathleen Lessa

No verde dos olhos,
No branco dos cabelos,
Um ventre de desvelos.

16) MÃE (I) ___ Kathleen Lessa

Grávida de eterno amor,
Mima e nina seus frutos,
Me nina.

17) MÃE (II) ___ Kathleen Lessa

Matriz de vida e luz,
Senhora bendita.
Nossa.

18) STAND BY ME ___ Kate Weiss

Ontem tão distante,
hoje basta abrir uma porta para te ver.
Até quando, Mãe?

19) MÃE ___ lílian maial
 
não tem medo, não tem hora
da dor, ela ri
no riso, chora
 
 
20) Mãe ___ Mardilê Friedrich Fabre
 
Vaivém da cadeira de balanço.
Vara a noite gelada
acalanto.


                                   Maio/2012

                     Imagem: google - colorização kml
Movimento Poetrix
Enviado por Movimento Poetrix em 21/05/2012
Alterado em 14/07/2012


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras